NEOLIBERALISMO VERSUS ESTADO SOCIAL: A INSURGÊNCIA DOS NOVOS MOVIMENTOS SOCIAIS E OS DESAFIOS PARA A CONTRA HEGEMONIA

Paulo Cezar Martins Pinto

Resumo


O presente artigo propõe discutir algumas questões da agenda neoliberal a partir do desmonte do estado social e sua repercussão na sociedade salarial, algo que vem do final do século passado. Aborda sobre a emergência dos novos movimentos sociais e como esses novos atores passaram a surgir como forma de renovação da atuação política na democracia liberal. Também traz a importância dos novos arranjos de participação que vem emergindo com uma nova institucionalização perante o estado. Situa como as políticas públicas de garantia dos direitos sociais tem sofrido com a nova ordem internacional a partir da acumulação flexível no capitalismo e propõe que a articulação dos novos movimentos sociais, com postura contra hegemônica, alinhados aos novos arranjos de participação política, podem ser canais de viabilidade para políticas intersetoriais, como forma de conter o desmonte do que ainda resta do estado social.


Palavras-chave


Neoliberalismo. Movimentos Sociais. Participação Política.

Texto completo:

PDF/A

Referências


ANTUNES. Ricardo. Adeus ao trabalho. São Paulo: Cortez, 2000.

AVRITZER Leonardo (Org.). A participação social no Nordeste. Belo Horizonte: UFMC, 2007.

BERINHG, Elaine Rossetti; BOSCHETTI Ivanete. Política social: fundamentos e história. 8 ed. São Paulo: Cortez, 2011 (biblioteca básica de serviço social :v 2)

BORÓN Atilio. “A sociedade civil depois do dilúvio neoliberal”. In: SADER, Emir & Genttilli, Pablo (org) et al. Pós-neoliberalismo: as políticas sociais e o Estado democrático. São Paulo: Paz e Terra, 1996 BRASIL.

CASTEL, Robert. As metamorfoses da questão social: uma crônica do salário / tradução Iraci D. Poleti. 9 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.

DEL PINO. Mauro. Educação, Trabalho e Novas Tecnologias: As transformações nos processos de trabalho e de valorização do capital. Rio grande do Sul: UFRGS, 1997.

GOHN, Maria da Glória Marcondes. Movimentos sociais e educação. 4 ed. São Paulo: Cortez, 2011.

GOHN, Maria da Glória Marcondes. Maria da Glória Marcondes. Conselhos gestores e participação sociopolítica. 4 ed. São Paulo: Cortez, 2001.

GUIMARÂES, Aline Amorim Melgaço. Democracia possível, espaços institucionais, participação social e cultura política. Campinas. São Paulo; Editora Alínea, 2008. 192

HARVEY, David. Condição Pós-Moderna. Tradução: Adail Ubirajara sobral e Maria Stela Gonçalves, 19 ed. São Paulo: Edições Loyola. 2010.

HARVEY, David. O Neoliberalism histórias e Implicações. Tradução: Adail Ubirajara sobral e Maria Stela Gonçalves, São Paulo: Edições Loyola. 2005..

MARX, Karl, 1852. 18 Brumário de Luís Bonaparte. 1 ed. São Paulo: Boi tempo, 2011.

MENEGAT, M. Depois do fim do mundo: a crise da modernidade e a barbárie. Rio de Janeiro: Relume Dumará-Faperj, 2003; e O olho da barbárie. São Paulo: Expressão Popular, 2006.

PATEMAN. Carole. Participação e teoria democrática. Tradução Luiz Paulo Rouanet. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

PEREIRA, Potyara. A. P. Necessidades humanas: subsídios a crítica dos mínimos sociais. Potyara A. P. Pereira. 3 ed. São Paulo: Cortez, 2006.

RAMOS, Mirian de Freitas da Silva; TIMÒTEO, Geraldo Márcio. Assistência social: impactos no combate a pobreza pela via intersetorial. 15º encontro nacional de política intersetorial. Vitória: 2020.

ROSANVALLON, Pierre. A crise do Estado Providência. 2. Ed. Lisboa: Inquérito, 1984.

SANTOS, Boaventura de Souza “Pela mão de Alice”. O social e o político na pós-modernidade. 7ª Ed. SP. Cortez, 2010.

SCHUTZ, Fernanda; MIOTO, Regina Célia Tamaso. Intersetorialidade e política social: subsídios para o debate. Sociedade em Debate, Pelotas: 2010.

TAVARES DOS SANTOS, José Vicente, Violências e dilemas do controle social nas sociedades da modernidade tardia. São Paulo: em perspectiva, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.25247/2447-861X.2022.n256.p382-400

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Cadernos do CEAS: Revista Crítica de Humanidades
CEAS | UCSal | UNICAP
PPG em Políticas Sociais e Cidadania
Av. Cardeal da Silva, 205 – Federação.
CEP. 40231-902, Salvador, Bahia, Brasil.
E-mail: cadernosdoceas@gmail.com
ISSN (online): 2447-861X 

 

INDEXAÇÃO/DIVULGAÇÃO

Bases de Dados/Diretórios

  |  | 

 

Portais

 |   |

 

Filiação/Suporte Técnico/Identificador

 |  | 

 

Plataforma

 

Redes Sociais