A CONSTRUÇÃO SOCIOLÓGICA DO OBJETO SINDICAL: NOTAS PARA UMA TEORIZAÇÃO DO SINDICALISMO

Selma Cristina Silva de Jesus

Resumo


Os Estudos sobre o Sindicalismo, no Brasil, constituíram um campo multidisciplinar bastante rico que reúne pesquisadores de diversas áreas, tais como: Economia, Sociologia, História, Ciência Política, Direito etc. De um modo geral, constatamos que as Pesquisas sobre o Sindicalismo são ricas do ponto de vista empírico, porém, há uma certa lacuna, no nível de elaboração teórica - no sentido da ausência de um aparelho conceitual para se pensar este fenômeno. Este Artigo tem por objetivo estabelecer alguns parâmetros para a reflexão teórica acerca do Sindicalismo, a partir de uma Pesquisa bibliográfica, empreendida sobre a questão. Trata-se, portanto, de uma análise que busca compreender como a Sociologia vem tratando do objeto sindical. O Trabalho estrutura-se em três partes. Primeiramente, refletimos sobre a construção sociológica do objeto sindical. A seguir, apresentamos dois modos de apreensão do sindicalismo, pela Sociologia, quais sejam: as leituras do Sindicalismo como práticas discursivas e não discursivas. E, por fim, refletimos sobre o debate da polarização “sindicato versus movimento social”, para, no momento posterior, propor uma conceituação do sindicalismo.

Palavras-chave: Sindicalismo. Movimento social. Pesquisa teórica.

Texto completo:

PDF (TEXTO COMPLETO)


DOI: http://dx.doi.org/10.25247/2447-861X.2015.n235.p153-171

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






Cadernos do CEAS: Revista Crítica de Humanidades
CEAS | UCSal | UNICAP
PPG em Políticas Sociais e Cidadania
Av. Cardeal da Silva, 205 – Federação.
CEP. 40231-902, Salvador, Bahia, Brasil.
E-mail: cadernosdoceas@gmail.com
ISSN (online): 2447-861X 

 

INDEXAÇÃO/DIVULGAÇÃO

Bases de Dados/Diretórios

  |  | 

 

Portais

 |   |

 

Filiação/Suporte Técnico/Identificador

 |  | 

 

Plataforma

 

Redes Sociais