OS HERÓIS QUE DETESTAVAM QUEM ELES DEVIAM SALVAR: O PARADOXO IDENTITÁRIO DAS CRIANÇAS-SOLDADOS NA GUERRA DE SERRA LEOA

Breno Fernandes

Resumo


Este artigo parte da leitura de Muito longe de casa: memórias de um menino-soldado, romance autobiográfico do serra-leonense Ishmael Beah, narrando sua experiência como criança-soldado do exército de Serra Leoa durante a guerra civil do país (1991-2002), para refletir sobre as identidades que são construídas nessa vivência traumatizante. Partindo do pressuposto de que a guerra civil trinca o discurso nacionalista, interessa verificar como essas identidades conformadas no cotidiano da guerra se articulam com a identidade nacional e a ressignificam. Nesse movimento, chama atenção o fato de o exército de Serra Leoa ter mobilizado garotos apelando a diversas identidades, inclusive à de heróis nacionais, mas obtendo como resultado final sujeitos que, na prática, detestavam os civis tanto ou quase tanto quanto desprezavam os rebeldes da Frente Revolucionária Unida (RUF). Sugere-se que o desatamento desse emaranhado identitário engendrado pela guerra seja um dos fatores que determinariam o êxito das políticas de DDR — desarmamento, desmobilização e reintegração social — voltadas para as crianças-soldados, realizadas entre 1996 e 2002. Um êxito que, para alguns analistas, não se verificou.


Palavras-chave


Crianças-soldados. Guerra civil. Identidade. Ishmael Beah. Serra Leoa.

Texto completo:

PDF/A

Referências


ANDERSON, Benedict. Comunidades imaginadas: reflexiones sobre el origen y la difusión del nacionalismo. Tradução de Eduardo L. Suárez. Cidade do México: Fondo de Cultura Económica, 1993. p. 1-101.

BEAH, Ishmael. Muito longe de casa: memórias de um menino-soldado. Tradução de Cecilia Giannetti. São Paulo: Companhia de Bolso, 2015.

BHABHA, Homi K. Freedom’s basis in the indeterminate. October, v. 61, p. 46-57, 1992.

______. DissemiNação: o tempo, a narrativa e as margens da nação moderna. In: ______. O local da cultura. Tradução de Myram Ávila, Eliana Lourenço de Lima Reis e Gláucia Renate Gonçalves. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1998. p. 198-238.

COUNDOURIOTIS, Eleni. Introduction: naturalism, humanitarianism, and the fiction of war. In: ______. The people's right to the novel: war fiction in the postcolony. Nova Iorque: Fordham University Press, 2014. p. 1-18.

DENOV, Myriam. Child soldiers: Sierra Leone’s Revolutionary United Front. Cambridge: Cambridge University Press, 2010. p. 1-19, 48-79, 96-179.

INZA, Blanca Palacián de. El creciente uso de los niños soldados. Instituto Español de Estudios Estratégicos, Madrid, n. 12, 24 fev. 2015. Disponível em: . Acesso em: 7 abr. 2017.

KEEN, David. Greedy elites, dwindling resources, alienated youths: the anatomy of protracted violence in Sierra Leone. Internationale Politik und Gesellschaft, n. 3, p. 67-94, 2003.

PEREIRA, Breno Fernandes. Tradução, alteridade & relações de poder em An invincible memory, de João Ubaldo Ribeiro. 2016. 217 f. Dissertação (Mestrado) — Instituto de Humanidades, Artes, Ciências Professor Milton Santos, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2016.

SOLOMON, Christiana; GINIFER, Jeremy. Disarmament, demobilisation and reintegration in Sierra Leone. Centre for International Cooperation and Security. 2008. Disponível em: . Acesso em: 17 abr. 2017.

TICKNER, J. Ann. You just don't understand: troubled engagements between feminists and IR theorists. In: LINKLATER, Andrew (Org.). International Relations: critical concepts in political science, volume I. Londres, Nova Iorque: Routledge, 2000. p. 190-218.




DOI: http://dx.doi.org/10.25247/2447-861X.2017.n241.p477-496

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Cadernos do CEAS: Revista Crítica de Humanidades
CEAS | UCSal | UNICAP
PPG em Políticas Sociais e Cidadania
Av. Cardeal da Silva, 205 – Federação.
CEP. 40231-902, Salvador, Bahia, Brasil.
E-mail: cadernosdoceas@gmail.com
ISSN (online): 2447-861X 

 

INDEXAÇÃO/DIVULGAÇÃO

Bases de Dados/Diretórios

  |  | 

 

Portais

 |   |

 

Filiação/Suporte Técnico/Identificador

 |  | 

 

Plataforma

 

Redes Sociais