GESTÃO DO SUS EM SALVADOR/BA: ANÁLISE DO PLANO MUNICIPAL DE SAÚDE 2014-2017 E SEUS IMPACTOS NA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE

Érica Rios de Carvalho

Resumo


Este artigo é uma atualização do já publicado “Gestão municipal do SUS e seus impactos na prestação dos serviços de saúde – o caso de Salvador/BA entre 2010 e 2013”. Sua intenção é retomar o traçado do panorama da gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) no Brasil, a partir de sua descentralização (municipalização), utilizando o Plano Municipal de Saúde (PMS) 2014-2017 de Salvador/BA como parâmetro avaliativo. No artigo já publicado sobre o plano anterior, o confronto de suas propostas com o que fora realizado na prática evidenciou descumprimentos que implicavam em diminuída efetividade dessa política pública. Para manter a coerência da comparação do plano mais recente, serão mantidos os mesmos recortes e metodologia.


Palavras-chave


Gestão de Saúde. Municipalização. Políticas Públicas. SUS

Texto completo:

PDF/A

Referências


ACIOLE, G.G. A Trajetória da Saúde no Brasil: veredas e caminhos do Público e do Privado. In: A Saúde no Brasil: cartografias do público e do privado. São Paulo: Hucitec, 2006.

BRASIL. Para entender a gestão do SUS / Conselho Nacional de Secretários de Saúde. Brasília: Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), 2003.

BRASIL. Constituição. Brasília: Senado Federal, 1988.

BRASIL. Lei n. 8.080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 19 set. 1990. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8080.htm>. Acesso em: 12 jun. 2013.

BRASIL. Lei n. 8.142, de 28 de dezembro de 1990. Dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) e sobre as transferências intergovernamentais de recursos financeiros na área da saúde e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 28 dez. 1990. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8142.htm>. Acesso em: 12 jun. 2013.

BRASIL. Portaria nº 465/GM de 06 de fevereiro de 2005. Ministério de Estado da Saúde. Disponível em Acesso em 12 abr. 2014.

BRASIL. Portaria nº 648/GM de 28 de março de 2006. Ministério de Estado da Saúde. Disponível em Acesso em 12 abr. 2014.

BRASIL. Portal do Departamento de Atenção Básica (DAB). Disponível em Acesso em 11 fev. 2018.

BRASIL. Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde – SUS nº 01/96. Ministério da Saúde: Conselho Nacional de Saúde, 1996. Disponível em Acesso em 12 abr. 2014.

BRASIL. Ministério da Saúde. Política Nacional de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde, 2012. (Série E. Legislação em Saúde)

COHEN, E. & FRANCO, R. Avaliação de projetos sociais. Petrópolis: Vozes, 1993.

Conferência Internacional sobre Cuidados Primários de Saúde. Declaração de Alma-Ata. Alma-Ata, URSS, 1978.

CORREIA, M.V. C. Controle Social na Saúde. In: Serviço Social e Saúde: Formação e trabalho profissional. São Paulo: Cortez, 2006.

D’ESPÍNDOLA, T. C. de A. S. Judicialização da medicina no acesso a medicamentos: reflexões bioéticas. Revista Bioética, 2013; 21 (3): 438-447.

IBGE, 2013. Censo Demográfico de 2013. Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, dados referentes ao Estado da Bahia, fornecidos em meio eletrônico. < http://www.ibge.gov.br/estadosat/perfil.php?sigla=ba> Acesso em 12 fev. 2018.

JANNUZZI, P.M. Indicadores sociais no Brasil: conceitos, fontes de dados e aplicações. Campinas: Alínea, 2001.

LIMA, L. D. de. Federalismo, descentralização e regionalização na política de saúde no Brasil. In: Direito Sanitário. São Paulo: Elsevier, 2012.

OLIVEIRA, D. de P. R. de Planejamento Estratégico. 31ª Ed. São Paulo: Ed. Atlas, 2013.

PRADO (2003) e DE LIMA (2007) In: DE LIMA, Luciana Dias. Federalismo, descentralização e regionalização na política de saúde no Brasil. In: Direito Sanitário. São Paulo: Elsevier, 2012.

RIOS, É. de. Gestão Municipal do SUS e seus impactos na prestação de serviços de saúde – o caso de Salvador/BA entre 2010 e 2013. In: Revista Jurídica da Defensoria Pública da Bahia, v. 3, p. 09-22, 2015.

SALIBA, N. A., GARBIN, C.A.S., et al. Plano Municipal de Saúde: Análise do Instrumento de Gestão. Biosci. J., Uberlândia, v. 29, n. 1, p. 224-230, Jan./Fev. 2013

SALVADOR. Plano Municipal de Saúde 2010-2013. Prefeitura Municipal de Salvador: Secretaria Municipal de Saúde, 2010.

SALVADOR. Plano Municipal de Saúde 2014-2017. Prefeitura Municipal de Salvador: Secretaria Municipal de Saúde, 2014. Disponível em: Acesso em 11 fev. 2018.

TEXEIRA, Carmen F. Planejamento Municipal em Saúde. Salvador-BA, 2001.




DOI: http://dx.doi.org/10.25247/2447-861X.2019.n246.p121-139

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.