A dimensão política dos “conhecimentos tradicionais” na Amazônia

Alfredo Wagner Berno de Almeida

Resumo


As polêmicas em torno da relação entre a fragilidade do “ecossistema amazônico” e as “alternativas de desenvolvimento” têm sido marcadas, a partir de 1988, com a intervenção sistemática dos movimentos sociais, por uma ruptura radical com esquemas de pensamento dos documentos oficiais de planejamento e da política ambiental, apontando para uma noção de “ecossistema amazônico” que não se reduz mais ao quadro natural. Nesse artigo, o Autor discorre sobre o processo de fortalecimento dos movimentos sociais e de afirmação étnica, indagando, entre outras coisas, em que medida pode-se articular o conhecimento científico responsável com o “conhecimento nativo” dos recursos naturais amazônicos e quais as possibilidades destes saberes virem a ser incorporados e “protegidos” por políticas governamentais.


Texto completo:

PDF

Referências


Almeida, Alfredo Wagner Berno de. “Universalização e localismo: movimentos sociais e crise dos padrões tradicionais de relação política na Amazônia”. CESE-Debate, 4 (3): 21-41. Salvador, CESE, mai., 1994.

Benjamin, Craig. “Amazonian confrontation-native nations challenge the patenting of sacred plants”. Native Americas: Akwe:kon’s Journal of Indigenous Issues, 24-33. Cornell, 1998.

Bourdieu, Pierre. Contrafogos 2. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 2001.

BRASIL. Câmara dos Deputados. Relatório Final da Comissão. Brasília, Câmara dos Deputados, 1998.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente (MMA) et al. Negócios para a Amazônia Sustentável. Rio de Janeiro, MMA, 2002-2003.

Bueno, Leonor. “Apagão florestal vem aí, alerta PNF”. Gazeta Mercantil, São Paulo, 31 de julho de 2002.

Conceição, Cláudio R. Gomes. “Índios se interessam por patentes”. Gazeta Mercantil, São Paulo, 8 de maio de 2002.

Ferreira, Renata. “Preço do mogno pode subir”. Gazeta Mercantil, São Paulo, 27 de novembro de 2002, p. C-4.

Filgueiras, Otto. “Fábrica do sonho no Sertão”. Gazeta Mercantil, São Paulo, 11 e 12 de outubro de 2003.

Geertz, Clifford. “Polemique sur les anthropologues em Amazonie”. Esprit, 20-33. Paris, jun., 2001.

Grupo de Trabalho Amazônico (GTA). Pelo futuro da Amazônia. Brasília, GTA, 2002.

Karam, Rita. “Mercado questiona balanço da Merck”. Gazeta Mercantil, São Paulo, 9 de julho de 2002.

Leite, Marcelo. “Jornalista acusa cientista de usar índios como cobaias... Livro põe antropólogos em pé-de-guerra”. Folha de S. Paulo, São Paulo, 23 de setembro de 2000.

Menconi, Darlene e Filgueiras, Sônia. “Caldeirão da pajelança”. Isto É, 1668, São Paulo, 19 de setembro de 2001, p. 93-95.

Menconi, M. e Rocha, L. “Riqueza ameaçada: a falta de fiscalização e controle das espécies nativas abre as portas para a biopirataria e dá ao Brasil prejuízo diário de US$ 16 milhões”. Isto É, 1773. São Paulo, 24 de setembro de 2003, p. 92-98.

Nogueira, Wilson. “Índios ajudam pesquisa a queimar várias etapas”. Gazeta Mercantil, São Paulo, 18 de junho de 2002, p. C-9.

Oliveira, João Pacheco de. “Uma etnologia dos ‘índios misturados’? Situação colonial, territorialização e fluxos culturais”. In _______. A viagem de volta: etnicidade, política e reelaboração cultural no Nordeste indígena. Rio de Janeiro, Contracapa, 1999, p. 47-78.

Osman, Ricardo e Almeida, Juliana. “Guerra verde”. Isto É Dinheiro, 155, São Paulo, 11 de agosto de 2000.

Pinto, Raimundo. “A Amazônia explora a sua biodiversidade”. Gazeta Mercantil, São Paulo, 10 de dezembro de 2002.

Ribeiro Jr., Amaury. “A nova maldição”. Isto É, 1731, São Paulo, 5 de dezembro de 2002.

Souza, Maria Alaídes de. “História sobre o pensamento de fabricação de sabonetes do grupo Ludovico”. In Comissão Pastoral da Terra (CPT), O Maranhão em rota de colisão: experiências camponesas versus políticas governamentais. São Luís, CPT, 1998, p.171-176.

Tachinardi, Maria Helena. “Pajés com a palavra: Brasil poderá ter banco de dados com conhecimentos tradicionais”. Gazeta Mercantil, São Paulo, 17 e 18 de novembro de 2001.

Tierney, Patrick. “The fierce anthropology”. The New Yorker, Nova Iorque, 6 de novembro de 2000, p. 50-61.




DOI: http://dx.doi.org/10.25247/2447-861X.2005.n216.p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Cadernos do CEAS: Revista Crítica de Humanidades
CEAS | UCSal | UNICAP
PPG em Políticas Sociais e Cidadania
Av. Cardeal da Silva, 205 – Federação.
CEP. 40231-902, Salvador, Bahia, Brasil.
E-mail: cadernosdoceas@gmail.com
ISSN (online): 2447-861X 

 

INDEXAÇÃO/DIVULGAÇÃO

Bases de Dados/Diretórios

  |  | 

 

Portais

 |   |

 

Filiação/Suporte Técnico/Identificador

 |  | 

 

Plataforma

 

Redes Sociais