TERRITÓRIO INDÍGENA DO MASSACARÁ: URBANIDADE RURAL, RURALIDADE URBANA

Alfons Heinrich Altmicks

Resumo


Este artigo tem o escopo de evidenciar as relações entre territorialidade e identidade étnica, no Território Indígena do Massacará, pertencente à etnia Kaimbé, partindo da dicotomia entre os elementos de urbanidade rural e de ruralidade urbana, elaborados pela população local. Contando com cinco séculos de contato com a sociedade de entorno, os Kaimbé tiveram que aprender a lidar com modelos culturais e institucionais, que não os seus próprios. Desse aprendizado, brotou uma maneira, muito particular, de relacionamento com o universo não- indígena. Este estudo traduz um esforço teórico, cujo resultado deverá subsidiar uma investigação etnográfica mais ampla, sobre a importância do território para a consubstanciação da identidade indígena Kaimbé. Outrossim, constitui uma pesquisa de prospecção, fundamentada na experiência dos autores, na localidade, bem como na literatura contemporânea disponível sobre o tema.


Palavras-chave


Território. Territorialidade. Identidade étnica. Etnodesenvolvimento. Indígenas Kaimbé.

Texto completo:

PDF/A

Referências


APPADURAI, Arjun. Fear of small numbers: an essay on the geography of anger. Durham: Duke University Press, 2006.

AZANHA, Gilberto. 2002. Etnodesenvolvimento, mercado e mecanismos de fomento: possibilidades de desenvolvimento sustentado para as sociedades indígenas no Brasil. In LIMA, Antônio Carlos de Souza; BARROSO-HOFFMANN, Maria (org.): Etnodesenvolvimento e Políticas Públicas: bases para uma Nova Política Indigenista. Rio de Janeiro: ContraCapa, 2002. p. 29-37

BATISTA, Hildonice de Souza. Memórias indígenas: novos valores para uma educação etnorracial. GEPIADDE, Itabaiana, n. 10, p. 28-43, jul./dez., 2011.

BOURDIEU, Pierre. A propos de la famille comme catégorie réalisée. Actes de la Recherche en Sciences Sociales. Paris-FR, EHESS, n. 100, p. 32-36, dez., 1993.

BRASIL, Ministério da Educação - MEC. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. 1996. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/tvescola/leis/lein9394.pdf. Acesso em: 2 jan. 2018.

BRASIL, Ministério Público Federal - MPF. Ação civil pública com pedido de decisão liminar em desfavor da FUNAI – Fundação Nacional do Índio. Paulo Afonso: Mimeo, 2013,.

BRASIL, Presidência da República, Casa Civil. Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 5 de outubro de 1988. São Paulo: Atlas, 2011. 126 p.

CANTON, Anayme Aparecida. A escola como espaço de afirmação da identidade Kaimbé: o recorte feminino. Revista Olhares Docentes. Euclides da Cunha, v. 2, n. 2, p. 124-145, jun./dez., 2018.

CARNEIRO, Maria José. Ruralidade na sociedade contemporânea: uma discussão teórico-metodológica. In: EL MUNDO RURAL: transformaciones y perspectivas a la luz de la nueva ruralidad. Bogotá-BV: Pontifícia Universidad Javeriana, 2003. CD-Rom

CARVALHO, Maria Lucia Brant de. Saúde de populações indígenas: tendências após os impactos do contato. São Paulo, 1997, 190 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1997.

COMISSÃO PRÓ-ÍNDIO DE SÃO PAULO. A cidade como local de afirmação dos direitos indígenas. São Paulo: Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos, 2013.

FARIA, Ivani Ferreira de. Território e territorialidades indígenas do Alto Rio Negro. Manaus: Editora da UFAM, 2003.

FORNO, Marlise Amália Reinehr Dal; VERDUM, Roberto; KUBO, Rui Regina. Riscos e conflitos ambientais na perspectiva da conservação da natureza e das identidades sociais. In: SOUZA, Gabriela Coelho de (org.). Transformações no espaço rural. Porto Alegre: EdUFRS, 2010. p. 9-24

GRÜNEWALD, Rodrigo de Azeredo. Etnodesenvolvimento indígena no Nordeste (e Leste): aspectos gerais e específicos. Revista Anthropológicas. Recife, n. 14, p. 47-71, 2003.

KAIMBÉ MASSACARÁ EM SÃO PAULO. Documentário. Trabalho de Conclusão de Curso em comunicação social, habilitação em Jornalismo, apresentado à Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação, FAPCOM. 2013. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=I97XgZfNKbQ&t=13s. Acesso em: 13 out. 2018.

LINDOSO, Dirceu. Lições de etnologia geral: introdução ao estudo dos seus princípios, seguido de dois estudos de etnologia brasileira. Maceió: EDUFAL, 2008.

MEADER, Robert E. Índios do Nordeste: levantamento sobre os remanescentes tribais do Nordeste brasileiro. Cuiabá: SLI, 1976.

MOQUAY, Patrick. L'invention dês nouveaux territoires: une urbanité rurale. In: DEFFONTAINES, Jean-Pierre; PROD'HOME, Jean-Pierre (org.). Territories et acteurs du développemente local: de nouveaux liex de démocratie. La Tour-d'Aigues-FR: Éditions de L'aube, 2001. p. 133-141.

MOQUAY, Patrick. Les territoires de chartes: autour de l’ouvrage Essai sur l’urbanité rurale. Actes de la journée d’étude, développement territorial recherches et débats. Paris, n° 0, 49-57 p., maio, 1998.

NASH, Dennison. Anthropology of tourism. Kidlington: Pergamon Press, 1996.

OLIVEIRA, João Pacheco de. A viagem de volta: etnicidade, política e reelaboração cultural no nordeste indígena. Rio de Janeiro: Contra Capa, 1999.

OLIVEIRA, João Pacheco de. Uma etnologia dos “índios misturados”? Situação colonial, territorialização e fluxos culturais. Conferência realizada no concurso para professor-titular da disciplina Etnologia, Museu Nacional/UFRJ, Rio de Janeiro, 11 de novembro de 1997. MANA 4, 1, n. 1, p. 47-77, 1998.

OLIVEIRA, João Pacheco de (org.). A presença indígena no Nordeste: processos de territorialização, modos de reconhecimento e regimes de memória. Rio de Janeiro: Contra Capa, 2011.

ONU - Organização das Nações Unidas; CMMAD - Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento. Nosso futuro comum. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1988. 374 p.

ONU, Organização das Nações Unidas; CEPAL, Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe. Os Povos Indígenas na América Latina: avanços na última década e desafios pendentes para a garantia de seus direitos. Santiago-Chile: CEPAL, 2015.

REESINK, Edwin Boudewijn. Olhos miúdos e olhos graúdos em Massacará: a ideologia étnica. Revista Anthropológicas. Recife, ano 21, v. 28, n. 2, p. 6-26, 2017.

REESINK, Edwin Boudewijn. A Questão do Território dos Kaimbé de Massacará: um levantamento histórico". Gente - Revista do Deptº de Antropologia-FFCH/UFBA. Salvador, v. 1, n. 1, p. 125-137, jun./dez., 1984.

REESINK, Edwin Boudewijn. Índio ou caboclo: notas sobre a identidade étnica dos índios do Nordeste. Salvador: Universitas, 1983.

REESINK, Edwin Boudewijn; MCCALLUM, Cecília; RESTREPO, Eduardo. Apresentação do Dossiê Racismo no Plural nas Américas: povos indígenas e afro-indígenas. Revista Anthropológicas. Recife, Ano 21, v. 28, n. 2, p. 1-5, 2017.

SOUSA, Cássio Noronha Inglez de (org.) et al. Povos indígenas: projetos e desenvolvimento II. Brasília: Paralelo 15, 2010.

SOUSA, Rainer. De araque. Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/curiosidades/de-araque.htm Acesso em: 24 jun., 2018.

SOUZA, Bruno Sales de. Fazendo a diferença: um estudo da etnicidade entre os Kaimbé do Massacará. Salvador, 1996a, 164 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia). Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 1996a.

SOUZA, Marcelo Lopes de. Teorização sobre o desenvolvimento em uma época de fadiga teórica, ou: sobre a necessidade de uma "teoria aberta" do desenvolvimento sócio-espacial. Revista Território. Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, 1996b.

STAVENHAGEN, Rodolfo. Etnodesenvolvimento: uma dimensão ignorada no pensamento desenvolvimentista. In: ANUÁRIO ANTROPOLÓGICO. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1984. 11-44 p.

TOLEDO, Renata Ferraz de; GIATTI, Leandro Luiz; PELICIONI, Maria Cecília Focesi. Urbanidade rural, território e sustentabilidade: relações de contato em uma comunidade indígena no noroeste amazônico. Ambiente & Sociedade. Campinas, v. 12, n. 1, p. 173-188, jan./jun., 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.25247/2447-861X.2020.n251.p546-566

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Cadernos do CEAS: Revista Crítica de Humanidades
CEAS | UCSal | UNICAP
PPG em Políticas Sociais e Cidadania
Av. Cardeal da Silva, 205 – Federação.
CEP. 40231-902, Salvador, Bahia, Brasil.
E-mail: cadernosdoceas@gmail.com
ISSN (online): 2447-861X 

 

INDEXAÇÃO/DIVULGAÇÃO

Bases de Dados/Diretórios

  |  | 

 

Portais

 |   |

 

Filiação/Suporte Técnico/Identificador

 |  | 

 

Plataforma

 

Redes Sociais